Veja foto da cena do crime onde marido foi assassinado supostamente por empresária, em Sapé

A porta aberta à direita é o banheiro onde o empresário Helton Pessoa foi assassinado supostamente pela sua esposa, a empresária Taciana Ribeiro Coutinho, na sexta-feira (10), na Fazenda Zumbi, zona rural de Sapé. A reportagem do Paraíba Já teve acesso com exclusividade a foto da cena do crime. Conforme familiares de Helton, ele foi assassinado com disparos de fora para dentro do box, onde tomava banho, “sem nenhuma defesa” – palavras da família.

+ Empresária teria assassinado marido a tiros após discussão durante quarentena, em Sapé

Além da aparente mancha de sangue no chão do quarto, é possível notar uma das gavetas do painel de TV aberta. De acordo informações preliminares de autoridades policiais, e também de relatos da família de Helton, a empresária teria escondido a arma que usou para efetuar os disparos em uma gaveta.

Crime aconteceu na sexta-feira em uma fazenda na zona rural de Sapé (Foto: Reprodução/Instagram)

“Ele foi assassinado tomando banho, estava no chuveiro. Estava nu, não esboçou nenhum tipo de reação, porque não teve chance para isso. No local [em geral] não tinha nenhum vestígio de sangue, a não ser o sangue dentro do local do homicídio. Mas em partes externas da casa ou em outros locais não há nenhum sangue que viesse a confirmar essa agressão [sofrida por ela] que foi divulgada”, afirmou um familiar ao Paraíba Já.

Helton morreu, de acordo com o atestado de óbito, em decorrência de lesão vascular em órbita, anemia aguda, além de lesões nos membros inferiores e na cabeça. Familiares também confirmaram ao Paraíba Já que os disparos atingiram a região dos membros inferiores de Helton, o que bate com as informações dadas pelo Major Sidney Paiva, na noite da sexta-feira, sobre o crime.

O crime teria acontecido após ela chegar de João Pessoa, onde possui uma loja. Uma discussão aconteceu entre o casal, e a empresária teria atirado contra Helton após uma suposta tentativa de estrangulamento – informação do advogado de Taciana – contra ela. Quando ele foi ao banheiro, Taciana teria pego a pistola de calibre 380 e atirado contra ele.

Veja foto do local do crime

 

Prisão domiciliar e recurso no CNJ

A empresária Taciana Ribeiro Coutinho foi presa e interrogada pela Polícia Civil, no final da tarde deste sábado (11). Os policiais cumpriram um mandado de prisão preventiva expedido contra ela pela Justiça. No entanto, a medida foi convertida em prisão domiciliar.

A partir dessa decisão, o advogado Daniel Alisson, que representa a família de Helton Pessoa, informou que vai denunciar à Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a decisão que decretou a prisão preventiva da empresária, mas determinou que a cumprisse em prisão domiciliar.

O que se sabe sobre o caso

+ Empresária teria assassinado marido a tiros após discussão durante quarentena, em Sapé

+ Mãe e filho de empresária suspeita de matar o marido em Sapé estavam em casa durante o crime

+ Lesão vascular e anemia aguda: as causas da morte do marido supostamente assassinado por empresária em Sapé

+ Empresária estaria usando influência para atrapalhar investigações e cena do crime pode ter sido alterada, diz defesa do marido

+ Empresária suspeita de assassinar marido tem prisão preventiva expedida, mas cumprirá em domicílio

+ Advogado vai questionar ao CNJ prisão domiciliar concedida a empresária suspeita de matar marido em Sapé

Comente