Moacir Rodrigues comete gafe ao tentar defender Bolsonaro na ALPB; ouça

No afã de defender o presidente Jair Bolsonaro (PSL), o deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL) cometeu mais uma gafe na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Nesta quinta-feira (6), ao ser questionado pela imprensa sobre uma proposta de Moção de Protesto requerida pela deputada Cida Ramos (PSB) ao presidente da República, Moacir partiu para o ataque e acabou ‘tropeçando’ nas palavras.

Ouça abaixo trecho da entrevista do deputado:

“Eu acho que Bolsonaro, primeiro lugar, a noção (sic) deveria ser de parabenizar por não roubar e não deixar roubar. Noção (sic) de repúdio aos ladrão (sic) que passaram aí 13 anos assaltando o Brasil. Bolsonaro está de parabéns”, disse Moacir Rodrigues.

A Moção de Protesto ao presidente da República foi apresentada por Cida pela liberação de 169 produtos agrotóxicos. A ‘honraria’ se estende também à ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

Cida argumenta que a medida do governo de Bolsonaro é um grande retrocesso em termos de qualidade de vida à população brasileira. “A liberação de todo esse veneno significa um prejuízo social, econômico, ambiental, político e de valores. Antes de tudo, está em curso uma vulnerabilização maior da saúde humana, em função desse aumento estratosférico na autorização desses produtos”, pontuou.

“Os agrotóxicos no Brasil já representam um grave problema de saúde pública e a inserção no mercado de mais produtos agravará os perigos aos quais a população está submetida. O que fica evidente é que a liberação retribui de imediato todo o apoio do agronegócio dado a Bolsonaro durante as eleições, afinal, os únicos beneficiados pelas liberações são as empresas detentoras dos registros”, acrescentou Cida Ramos.

Comente