MP apura irregularidades em licitação de Alhandra para construção de escola orçada em mais de R$ 1 mi

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), por meio da Promotoria de Justiça Cumulativa de Alhandra, instaurou na quinta-feira (13), um inquérito civil público para apurar supostas irregularidades na seleção da empresa vencedora de um processo licitatório, realizado no município, sob a responsabilidade do prefeito Renato Mendes (DEM).

A empresa ganhadora foi a Construtora Antenas Eireli, que ficou responsável pela construção de uma unidade escolar com 6 salas de aula, no Distrito de Mata Redonda, com o orçamento de R$ 1.109.346,95.

A promotora responsável pelo inquérito, Ilcléia Cruz de Souza Neves Mouzalas, solicita a cópia integral do processo licitatório, e informações acerca do motivo da desclassificação das empresas Aquino Diniz e Matrix Construtora.

De acordo com a promotora responsável pelo inquérito, a notícia de fato tramita  há mais de 30 dias, e existe a necessidade da realização de diligências para a apuração dos fatos.

O prefeito Renato Mendes tem o prazo de 15 dias para apresentar a defesa sobre a denúncia.

Comente