Professora passa mal após beber água envenenada por alunos do 4º ano

Uma professora da rede estadual de ensino de São Paulo foi envenenada por alunos do 4.º ano na tarde da quinta-feira (13). Os estudantes, de 10 e 11 anos, colocaram veneno para insetos na garrafa da educadora, que se sentiu mal e foi encaminhada pela equipe da Escola Estadual Dr. Aniz Badra, no Grajaú, na zona sul da capital, para um pronto-socorro da região. Ela foi medicada e recebeu alta no mesmo dia. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Educação, que repudiou o ato.

De acordo com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, foi registrado um boletim de ocorrência e o caso é acompanhado pelo Conselho Tutelar. “Os responsáveis pelos alunos foram chamados e será realizada uma reunião para definir as medidas que serão adotadas aos estudantes”, afirma o órgão em nota.

A secretaria ainda informa que equipes do Programa Conviva e do Centro de Referência e Apoio à Vítima (Cravi), vinculado à Secretaria da Justiça, foram à escola para dar suporte aos professores, alunos e à comunidade escolar.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública, informou que a diretora da unidade de ensino acionou a Polícia Militar após a professora da 4ª série passar mal ao tomar água de uma garrafa que estava em sua mesa. O caso foi registrado como envenenamento de água potável, no 101.° DP (Jardim das Embuias). Ainda de acordo com a pasta, o caso seguirá para a Vara da Infância.

A reportagem foi até a escola, mas ninguém quis comentar o assunto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comente