Clássico dos Maiorais: Campinense e Treze empatam pelo Campeonato Paraibano

Campinense e Treze fizeram a edição 409 do Clássico dos Maiorais na tarde deste domingo (16). A partida válida pela quinta rodada do Campeonato Paraibano 2020 teve uma expulsão de cada lado, mesmo número do placar do jogo, que ficou em 1 a 1.

Com o resultado, o Campinense chegou aos 7 pontos e segue, ao menos no momento, na liderança isolada do Grupo B, com um ponto a mais que o Sousa, que ainda está em campo. Na quarta-feira (19), a Raposa entra em campo contra o Botafogo-PB, novamente no Amigão, em jogo atrasado da terceira rodada.

Por sua vez, o Treze chegou aos 10 pontos e continua na vice-liderança do Grupo A. O Galo da Borborema terá uma longa folga na tabela, pois só volta a campo no dia 2 de março, quando vai enfrentar o CSP, fora de casa.

O jogo

Com presença tímida dos torcedores dos dois times na arquibancada, os rubro-negros viram seu melhor jogador contra o Atlético-MG ser substituído logo no início da peleja. Logo aos 18 minutos, Romário Becker foi substituído por Vinicius Vargas após sentir uma lesão na parte posterior da coxa.

Depois de um primeiro tempo de muita deficiência técnica das duas equipes, que erravam muitos passes, faziam muitas faltas e pouco chegavam perto das metas dos dois goleiros, na segunda etapa a coisa começou a se animar.

Logo aos 2 minutos, o meio-campista Vinicius Barba, do Treze, recebeu o segundo cartão amarelo e foi para o chuveiro mais cedo.

Parecia que isso complicaria a situação do Galo, mas dois minutos depois, aos 4, Almir recebeu cruzamento da esquerda e, na entrada da pequena área, escorou de direita para vencer Adilson Júnior e abrir o placar.

Atrás no marcador, a Raposa passou a tentar pressionar e aos 22 e 23, perdeu boas chances com Matheus Camargo e Vitão. Porém, logo depois, aos 25, Vinicius Vargas precisou fazer falta para interromper o contra-ataque trezeano, recebeu o segundo amarelo e deixou a Raposa também com dez homens em campo.

Celso Teixeira aproveitou a igualdade para colocar o alvinegro para trás e tirou Almir e mandou para campo o zagueiro Rafael Araújo, aos 34 minutos. Porém, dois minutos depois, Matheus Camargo foi derrubado na área e o árbitro Wagner Reway marcou pênalti para o Campinense.

Rafael Ibiapino foi para a cobrança e bateu firme, bola ainda tocou no travessão antes de cruzar a linha e deixar tudo igual no Amigão.

O fim do jogo foi de muita correria e busca pela vitória, mas o resultado acabou mesmo em 1 a 1. As informações são do blog Voz da Torcida.

Comente