Luau das Tribos: começa em JP montagem da estrutura do maior festival de música católica Quem circula pela orla de João Pessoa já pode notar uma grande estrutura de palco que está sendo montada no Busto de Tamandaré. É o primeiro sinal de que está chegando o grande dia: o Luau das Tribos 2017 – A festa que nunca acaba – vai começar na próxima sexta-feira (13). O maior Festival de Música Católica da Paraíba, que também vai acontecer no sábado (14), vai receber grandes artistas e espera atrair cerca de 40 mil pessoas. O evento é aberto ao público.

A estrutura do Luau das Tribos 2017 contará com dois palcos: principal e alternativo, iluminação e sonorização, 14 tendas, banheiros químicos e a segurança será reforçada por 30 homens a serviço do evento, 12 profissionais de segurança pública contratada pelo evento, além de policiais militares. Também haverá atendimento médico em um ambulatório instalado em umas das tendas no espaço.

Programação

A programação do Luau das Tribos 2017 começa na sexta-feira, a partir das 18h30, com a Santa Missa celebrada pelo arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson, no palco principal do evento. Logo em seguida, tem início os shows com Naldo José, Alto Louvor e Padre Irapuan.

No sábado (14), o evento começa um pouco mais cedo, às 18hs com a celebração da missa. Depois, segue as apresentações artísticas com Missionário Shalom, Ana Gabriela e Forró da Benção serão as atrações da noite.

Nos dois dias, ainda, no palco alternativo, vai acontecer o Luau Lets Play, espaço para brincadeiras e esportes, como slackline, futbolha e jogos de Xbox. Também vai rolar espaço para quem quiser curtir uma ‘baladinha’, sob o comando do DJ Angelus, no ‘Luau Hits’.

Além de tudo isso, no local, o público vai poder lanchar na Lanchonete Shalom, conhecer as atividades da Comunidade Shalom através de stands e comprar artigos religiosos na Livraria Shalom.

Sobre o evento

A Comunidade Católica Shalom, missão João Pessoa, promove o Luau das Tribos desde 2004. Este ano, em sua 11ª edição, com o tema “Aqui Nasce a Alegria”, a proposta é tornar o festival mais alternativo com o objetivo de alcançar novos públicos e levar a todos a uma experiência com o amor de Deus, através de vários atrativos além da tradicionalidade religiosa, que não pode deixar de existir em nenhum aspecto das atrações.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here