Secretária de Educação é morta a tiros em motel de Campina Grande

A secretária de Educação do município de Boa Vista, no Cariri paraibano, foi assassinada a tiros na noite da segunda-feira (15) em um motel de Campina Grande. O marido dela, que é funcionário da prefeitura, é apontado como principal suspeito do crime.

Dayse Alves foi convidada pelo próprio marido para comemorar o aniversário dela, que foi exatamente ontem.

Aderlon Bezerra de Sousa, que era motorista da Prefeitura, estava armado com um revólver. Ele atirou contra a secretária, que morreu ainda no local.

Em seguida, Aderlon cometeu suicídio. As possíveis motivações do crime ainda não foram divulgadas pela polícia.

Em nota divulgada à imprensa nesta terça-feira (16), a Prefeitura Municipal de Boa Vista lamentou o fato e decretou luto de três dias na cidade. O casal deixa duas filhas.

Comente