Romero Rodrigues tem conta no WhatsApp clonada e presta queixa à Polícia

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues teve o número do celular hackeado. Romero realizou um Boletim de Ocorrência na Central de Polícia de Campina Grande, na tarde de quarta-feira (7).

De acordo com o prefeito, o suposto golpista baixou o aplicativo WhatsApp Business e enviou mensagens para a Secretaria de Saúde do Município e alguns empresários da cidade.

A suspeita da clonagem aconteceu pelo fato de Romero não conseguir contatos com os secretários e pessoas de seu convívio nos últimos dias, pela linha telefônica clonada, como também a sua saída de vários grupos do whatsapp.

Nos contatos através do aplicativo, foi apresentada uma conta corrente no Banco Votorantim, em nome de Arielson Cantanhede Goulart, solicitando o pagamento no valor de R$ 80 mil.

Ainda de acordo com Romero Rodrigues, ele ainda não sabe informar se alguma das vítimas chegou a realizar alguma transação bancária. As informações são do Click PB.

Comente