PSB Mulher divulga nota de repúdio a delegado que ridicularizou petistas

Cendac lança projeto de combate à violência contra a mulher em Patos

A Secretaria Estadual de Mulheres do PSB da Paraíba divulgou, na manhã desta quinta-feira (4), nota de repúdio ao delegado da Polícia Civil Francisco Azevedo, que usou as redes sociais para postar mensagens misóginas mulheres do Partido dos Trabalhadores (PT).

“Mais que palavras descabidas, é um ataque público de misoginia e preconceito, utilizando palavras de baixo calão. Vejam que estamos falando de uma autoridade policial, que deveria zelar e proteger a honra e a dignidade das pessoas, mas pelo contrário, incita a violência contra as mulheres, desqualifica o sentido da militância feminina e invade o sagrado campo da sexualidade das mulheres”, diz trecho da nota assinada pela secretaria estadual do PSB Mulher na Paraíba, Valquíria Alencar.

Na noite dessa quarta-feira (3), Francisco Azevedo foi exonerado do cargo que ocupava na 9ª Delegacia Distrital de João Pessoa, em Mangabeira. Pela manhã, o caso ganhou forte repercussão na Câmara de Vereadores de João Pessoa e nos veículos de comunicação da Capital.

Diante da repercussão, o governador João Azevêdo (PSB) determinou que a conduta do delegado fosse apurada pela Corregedoria da Polícia Civil da Paraíba. O delegado Francisco Azevedo chegou a apagar as postagens, mas prints da publicação acabaram viralizando nas redes sociais.

A postagem

Na postagem feita, o delegado chegou a utilizar palavras de baixo calão contra mulheres petistas. “Mulher petista é mulher rapariga, safada, rodada, gostosa de transar e fácil de se apaixonar”, diz trecho da publicação feita por Francisco Azevedo.

“Todas, sem exceção, não aceitam que você pague a conta. Cada um paga o seu, mas no sexo não tem matemática. Vale tudo! Com camisinha, sem camisinha […]. Valia puxar cabelo, e tapa de amor não dói”, comentou o delegado em outro trecho da publicação.

Ainda na postagem, ele fez ataques ao Partido dos trabalhadores. Disse que no passado teve convivência com núcleos do PT, e chegou a ser filiado à sigla. O delegado chega a dizer que a legenda é mais que uma quadrilha.

Leia abaixo na íntegra a nota divulgada pelo PSB Mulher:

NOTA DE REPÚDIO

Há homens machistas, há homens sem escrúpulos, mas, pior, há homens sem caráter!

A Secretaria Estadual de Mulheres do PSB da Paraíba vem, de público, REPUDIAR as postagens, para além de machistas, pornográficas e exdrúxulas do Delegado da Policia Civil, Francisco Azevedo, na sua página do facebook, contra as mulheres do Partido dos Trabalhadores-PT, mas, que atinge as mulheres de todos os partidos de esquerda, as feministas e as mulheres, em geral!

Mais que palavras descabidas, é um ataque público de misoginia e preconceito, utilizando palavras de baixo calão. Vejam que estamos falando de uma autoridade policial, que deveria zelar e proteger a honra e a dignidade das pessoas, mas pelo contrário, incita a violência contra as mulheres, desqualifica o sentido da militância feminina e invade o sagrado campo da sexualidade das mulheres. Mulheres que, por toda a sua atuação e expressão na sociedade, devem ser RESPEITADAS e REVERENCIADAS, afinal, estão na luta pelos direitos humanos de todas as pessoas, de todos os segmentos sociais, em especial, das mulheres em toda a sua diversidade e condições de vida.

As mulheres paraibanas e a sociedade como um todo estão chocadas e indignadas com o ódio às mulheres, o machismo e a misoginia  expressados por um delegado de polícia, que se mostrou altamente desqualificado para o exercício do cargo.

O delegado agrediu publicamente verbal e moralmente as mulheres do PT e, nós, mulheres de partidos de esquerda, nos sentimos atingidas da mesma forma que elas. Por isso, queremos a RETRATAÇÃO PÚBLICA da declaração vergonhosa, amoral e que fere profundamente a nossa dignidade.

Não sabemos a verdadeira intenção do delegado, o porquê de ato tão desrespeitoso e preconceituoso contra mulheres petistas. Nos perguntamos: É uma prática de vida? Ódio às mulheres? Ou é uma tentativa de desmoralizar as mulheres paraibanas que gritaram em alto e bom som para o Brasil ouvir: ELE NÃO?

É com essa indignação e o sentimento de justiça que, de público, pedimos a RETRATAÇÃO PÚBLICA, afinal, fomos atacadas publicamente. A sua atitude é maléfica para a sociedade.

O PSB sempre se pautou pelo empoderamento feminino, pela igualdade de gênero e pelo respeito às mulheres em toda a sua diversidade. Nossa solidariedade a todas as mulheres petistas, agredidas e desrespeitadas e reafirmando que: NINGUÉM SOLTA A MÃO DE NINGUÉM!

Valquíria Alencar – Secretária Estadual de Mulheres do PSB – PB

João Pessoa, 04 de abril de 2019.

PSB Mulher divulga nota de repúdio a delegado que ridicularizou petistas

Comente