PF cumpre mandados de prisão, busca e apreensão para reprimir tráfico de entorpecentes na PB

A Polícia Federal na Paraíba deflagrou, na manhã desta terça-feira (27), a Operação Adsumus, com objetivo de reprimir o tráfico de drogas sintéticas na cidade de João Pessoa.

A operação contou com a participação de 20 (policiais) policiais federais, sendo realizado o cumprimento de três mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados, bem como três mandados de prisão na cidade de João Pessoa/PB.

As ordens judiciais foram expedidas pela Vara de Entorpecentes de João Pessoa/PB.

Entenda

A operação Adsumus teve origem a partir de elementos de prova colhidos durante a instrução de inquérito policial relacionado a prisão em flagrante de um indivíduo, no momento em que recebia encomenda postal contendo aproximadamente 1.000 (mil) comprimidos de ecstasy.

O trabalhado investigativo realizado permitiu descortinar uma rede criminosa responsável por introduzir na cidade de João Pessoa, de forma reiterada, encomendas postais contendo drogas sintéticas, sendo revelados o real proprietário do entorpecente, traficantes que intermediaram a negociação interestadual da droga e o responsável pela distribuição em festas de música eletrônica na Paraíba e Estados vizinhos.

Crimes investigados

Os investigados responderão pelo crime de tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico, previsto nos Artigos 33, 35 e 40, V da Lei 11343/06, cuja pena poderá chegar à 41(quarenta e um) anos de reclusão.

Nome da Operação

O nome da operação é o termo do latim “ADSUMUS” que significa “estamos presentes”, fazendo alusão ao estado de prontidão da equipe da Polícia Federal no Estado da Paraíba, com escopo de reprimir o tráfico de drogas em todas as camadas sociais

 

Comente