HULW retoma atendimento de forma gradual e divulga telefones para remarcação de consultas

Centro de saúde precisa reagendar 30 mil consultas de 22 mil pacientes. Para isso, foi elaborado um plano de retomada das atividades

De forma organizada, com adoção de medidas adicionais de segurança e a introdução de novos fluxos assistenciais, o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB), da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e vinculado à Rede Ebserh, iniciou a retomada do atendimento ambulatorial na instituição. Devido à suspensão das consultas, ocorrida em março deste ano em função da pandemia de covid-19, o centro de saúde precisa reagendar 30 mil consultas de 22 mil pacientes. Para isso, foi elaborado um plano de retomada das atividades assistenciais.

A nova dinâmica começou no início de agosto e, por dia, estão sendo atendidos cerca de 200 usuários. O trabalho é coordenado pela Gerência de Atenção à Saúde (GAS), por meio do Serviço de Regulação e Avaliação em Saúde. “Iniciamos há pouco tempo a retomada das nossas atividades ambulatoriais. Essas atividades estão sendo feitas de forma muito organizada, obedecendo a um cronograma, a um regramento e a uma triagem para que o acesso dos pacientes ao hospital ocorra de forma segura, evitando-se aglomerações”, explicou o gerente da GAS, Moisés Diogo de Lima.

Os primeiros pacientes atendidos pelo HULW foram contatados diretamente pela instituição.  É o caso da paciente Daniele Figueiredo da Silva, 28 anos, que ficou feliz por ter conseguido remarcar uma consulta para o cardiologista. “Ligaram para mim e eu gostei muito. Como eu tenho uma síndrome rara, preciso fazer uma cirurgia. Achei essa iniciativa ótima, e o hospital também me ligou durante a pandemia, por vídeo chamada. Assim eu mantive contato com os médicos”, disse.

Linhas telefônicas

Em uma nova fase do plano de retomada, o Serviço de Regulação do HULW divulgou o número de cinco linhas telefônicas, para que os próprios pacientes possam entrar em contato com o Hospital Universitário e remarcar sua consulta. Os telefones à disposição da comunidade são: 3206-0606, 3206-0609, 3206-0652, 3206–0656 e 3206-0689. Importante: o horário de atendimento para o reagendamento por telefone é das 8h às 12h e das 14h às 16h.

“O Setor de Regulação e Avaliação em Saúde vem buscando readequar o planejamento inicialmente feito para a marcação de cerca de 30 mil consultas de aproximadamente 22 mil usuários, no período de 18 de março de 2020 a 31 de julho de 2020. Sendo assim os serviços estão sendo regularizados paulatinamente de acordo com a nossa capacidade técnica e de pessoal”, explica Leonardo de Figueiredo, chefe do Setor de Regulação e Avaliação em Saúde.

Como foram vários meses com serviços suspensos no Hospital Universitário, o processo de retomada é complexo. Exige paciência por parte da comunidade e muito trabalho da equipe do HULW. “Acreditamos que, conforme nosso planejamento inicial, estaremos com todos esses pacientes incluídos na agenda até novembro”, afirma Leonardo de Figueiredo.

O chefe do Serviço de Regulação e Avaliação em Saúde do HULW ressaltou que a programação de remarcações obedece a uma ordem cronológica. Ou seja, inicialmente, serão remarcados os agendamentos para os pacientes que não realizaram consultas no período de 18 de março a 30 de abril passado. Além de os próprios pacientes poderem ligar para o Hospital Universitário, o Serviço de Regulação continuará fazendo ligações para os usuários com cadastro ativo e regular na instituição.

Segundo a chefe da Divisão de Gestão do Cuidado, Analyane Braga, a reabertura do ambulatório está sendo gradual, no intuito de manter as medidas preventivas para a contaminação por coronavírus. “Já estávamos atendendo em alguns setores, com cirurgias oncológicas, pré-natal e pulsoterapia. Nessa nova etapa, aos poucos estamos acrescentando as especialidades clínicas”, afirma. Ela disse ainda que, no momento, o HULW está atendendo presencialmente apenas 40% da demanda habitual.

Para acomodar os usuários que chegam antes do horário de atendimento, foram instaladas tendas fora do ambulatório, onde há uma equipe que orienta e organiza os pacientes em relação ao dia e à hora da consulta. Já na entrada do HULW, há outra equipe para a triagem de usuários com sintomas de covid-19; o que é feito por meio de aplicação de questionário estruturado e verificação de temperatura.

Com o objetivo de orientar os pacientes, também foi feita toda a sinalização dos ambientes de atendimento. Além disso, nos guichês de marcação, o hospital adotou barreira física entre as filas e marcação no piso para garantir o distanciamento necessário.  As medidas adotadas ainda incluem revisão de pias para lavagem das mãos e dispenser para sabão líquido e álcool em gel, além de papel-toalha.

Comente