Gervásio pede que Ministério da Defesa explique cocaína em avião da FAB

O deputado federal Gervásio Maia (PSB), protocolou requerimento à mesa da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (26), solicitando informações ao Ministério da Defesa sobre o sargento da Aeronáutica, preso em um aeroporto da Espanha, por transportar 39 quilos de drogas na bagagem em avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Um dos focos do pedido de informação é em relação ao embarque e transporte da droga na aeronave militar. O sargento detido integrava a comitiva de militares que presta apoio à viagem do presidente JairBolsonaro, que vai participar em Tóquio, no Japão, da reunião do G20.

“O Ministério da Defesa precisa esclarecer sobre o avião da FAB com 39 Kg de cocaína. O avião estava em missão oficial. Isso é Gravíssimo! A sociedade precisa de uma resposta urgente”, lamentou Gervásio.

O documento solicita ainda os críterios e mecanismo operacionais utilizados para embarques em aeronaves oficiais da FAB de passageiros, inclusive acompanhantes, autoridades civis e militares e da tripulação. O requerimento também pede informações detalhadas dos procedimentos que são adotados para revista pessoal e de bagagens de passageiros (revista através de Raio X obrigatório, por exemplo), para efeito de permissão de embarque em aeronaves oficiais do Comando da Aeronáutica, através da Força Aérea Brasileira.

Ainda no texto, o parlamentar solicita informações sobre os procedimentos adotados para a viagem com destino a Tóquio e que procedimentos estão sendo realizados para apurar responsabilidades, conforme previsto no artigo 5.o. do Decreto 4.244/2002.

Comente