Emlur diz que não há previsão de regularizar coleta e culpa população por transformar JP em ‘lixão’

O superintendente da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Lucius Fabiani, culpou, durante entrevista nesta quarta-feira (12), a população pelos problemas na coleta de lixo e admitiu, que não há previsão para que o problema seja solucionado.

Conforme o Fabiani, os pessoenses estão colocando o lixo para fora nos dias errados, já que o calendário de coleta mudou em alguns bairros, o que estaria causando o acúmulo.

Ele ainda informou que a empresa está implantando um novo projeto de coleta de resíduos. Três novas empresas assumiram a responsabilidade pela limpeza da cidade e estão em fase de adaptação.

Outra questão é que as empresas responsáveis pela coleta dos lixos são de São Paulo, Rio Grande do Norte e Pernambuco e não conhecem bem a cidade, o que poderia estar atrapalhando o serviço.

Justificando os problemas que a população da Capital vem enfrentando com o acúmulo de lixo nas ruas, Lucius afirmou que com o crescimento do município, uma novo sistema precisa ser implementado e, consequentemente, é necessário uma período para adaptação.

Sobre a falta de preparação da Emlur para o fim dos contratos com as empresas que realizavam o serviço de coleta de lixo, o que gerou a realização de uma licitação emergencial, o superintendente culpou o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), já que a licitação iniciada em 2017 foi questionada e não prosperou.

Confira o trecho em que Lucius Fabiani comenta os problemas com o lixo em João Pessoa:

Comente