Caixa amplia horário de agências para atendimento do auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal decidiu ampliar para toda a rede de agências a abertura antecipada em duas horas para facilitar o pagamento do auxílio emergencial.

Com a medida, que passa a valer a partir desta segunda-feira (4), as unidades passarão a funcionar de 8h às 14h. Desde 22 de abril, 1.102 unidades já vinham funcionando nesse horário.

O objetivo é diminuir as filas registradas nos últimos dias, ocasionadas pela retirada do auxílio emergencial. No sábado (2), 902 agências foram abertas exclusivamente para atendimento do saque em espécie da Poupança Social. Na última semana, houve abertura de quase 800 agências no feriado de 21 de abril e no sábado (25/4).

Também estão sendo alocados mais de 2,8 mil vigilantes adicionais (2 mil já estão atuando), bem como 389 recepcionistas para reforçar orientação e atendimento ao público.

Para reforçar ainda mais o atendimento, o banco anunciou um pacote de medidas adicionais:

  • Realocação de mais de 3 mil funcionários para ampliar as equipes nas agências;
  • Contratação de mais 2 mil vigilantes e 500 recepcionistas para orientação e atendimento ao público (no total, reforço de mais de 5,6 mil contratações);
  • Disponibilização de cinco caminhões-agência para atendimento em locais com maior necessidade.

Canais Digitais

A prioridade do banco é manter o atendimento digital, por meio do cadastramento por app, site e a movimentação do benefício pelo Caixa Tem. Dessa forma, o banco reforça o pedido para que a população só se dirija às agências em último caso. A

queles que receberam o crédito por meio da Poupança Digital podem pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras, bem como fazer transferências para outros bancos por meio do aplicativo.

Balanço

Desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento, 50 milhões de brasileiros já receberam o crédito do benefício, ou seja, um em cada três adultos. Ao todo, mais de R$ 35 bilhões já foram creditados.

Até 18h desse sábado, 50,2 milhões de cidadãos se cadastraram para solicitar o benefício. O site do cadastro para o auxílio superou a marca de 606 milhões de visitas e a central exclusiva 111 registra mais de 115 milhões de ligações.

Comente