Após pagar em dia a Saúde pela 1º vez em 2019, Romero culpa governos federais por atrasos

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), anunciou nesta terça-feira (30) o pagamento dos servidores da Saúde no mês trabalhado pela primeira vez do ano. Após denúncias do CRM-PB, sobre os atrasos constante em pagamentos no salários de médicos e a falta de um cronograma para o pagamento dos vencimentos pendentes, Romero conseguiu colocar tudo em dia graças à liberação de um recurso extra do Ministério da Saúde.

Os servidores da Saúde já receberam nesse dia 26 de julho a primeira parcela do 13º, que deveria ser paga no fim de junho, como ocorreu com a maioria das repartições públicas e empresas privadas, mas só foi quitada com quase um mês de atraso.

Romero culpou “atrasos históricos” nos repasses dos governos federais por conta do problema recente com o pagamento da folha e a “estrutura ampla de prestação de serviços” da Saúde de Campina Grande.

Comente