Amanda Rodrigues deixa secretaria de Finanças e ressalta ‘saúde fiscal’

Amanda Rodrigues não é mais secretária de Finanças do Estado. Na noite desta sexta-feira (3) ela divulgou uma nota, através do Instagram, onde informa sua saída dos quadros do Governo do Estado.

De acordo com a – agora – ex-secretária, em 2016 quando foi chamada pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) para assumir a Secretaria de Finanças (Sefin) conseguiu superar um momento adverso na economia. Em 2018, todos os índices foram cumpridos e as reservas necessárias a uma boa gestão foram alcançadas.

Por fim, agradece o espaço e ressalta que a Sefin tem provisão em caixa para metade do 13º salário dos servidores estaduais, bem como as reservas fundamentais para um bom funcionamento do Estado.

Confira nota na íntegra:

Em novembro de 2016 fui chamada para assumir a Secretaria de Finanças do Estado, uma grande missão que cumpri com garra e determinação. Aquele era um momento econômico delicado para a Paraíba, face ao contexto nacional, que, com muito esforço, conseguimos superar. Terminamos 2018 com todos os índices cumpridos e as reservas garantidoras necessárias à uma boa gestão. Gratidão a Ricardo Coutinho pelo convite. Fui reconduzida em janeiro de 2019, porém chegou a hora de trilhar novos desafios profissionais. Deixo a SEFIN. Servi ao Estado da Paraíba acumulando duas funções, mesmo recebendo por uma só. Ao Governador João Azevedo, agradeço a confiança e desejo sucesso na caminhada. A SEFIN está bem cuidada, com provisão em caixa para metade do 13 salário e com as reservas fundamentais para o bom funcionamento da máquina.

Amanda Araújo Rodrigues

Comente