Vereadores batem boca sobre projeto que Semob quer implantar no Valentina

0

Uma sugestão de projeto de mudanças dada pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) no campo da Marquise, no bairro do Valentina Figueiredo, tem causado atritos entre os vereadores Marmuthe Cavalcanti (PSD) e Renato Martins (PSB) na Câmara de João Pessoa (CMJP).

O vereador Marmuthe Cavalcanti repudiou as atitudes do companheiro Renato Martins. Marmuthe alegou que o vereador queimou pneus no bairro, em forma de protesto.“Na realidade, estou indignado com a conduta que o vereador tomou, na última sexta-feira, no nosso bairro, Valentina Figueiredo, incitando, de certa forma, a violência, brincando com a inteligência das pessoas, e protestando de forma inútil, pois é algo que não existe e nunca existiu. Eu nunca defendi o fim do campo da Marquise. Se tem alguém que defenda a história desse campo sou eu, apresentei inclusive um projeto denominando o campo, para a revitalização do campo”, defendeu.

Marmuthe explicou que o projeto em questão não passa de uma sugestão. “O que veio foi uma sugestão da Semob, para que aquele espaço fosse redemocratizado. Para que fosse contemplado o campo, nos seus tamanhos oficiais, que fosse revitalizado toda a área em volta, mudando toda a calçada, uma pista pra patins, uma academia de ginástica e claro, fazendo um mini-terminal, para tirar o que existe hoje e não funciona. O local em que ele está é impraticável, há até um projeto de duplicação da Flodoaldo Peixoto. O que está sendo discutido aqui  foi uma sugestão, a gente levou para a associação do bairro e abriu o debate com a população, mas eles se anteciparam, porque tá mais que provado que eles querem brincar com a inteligência das pessoas. A gente quer realmente ajudar toda a população, seja os usuários de transporte público, seja a população que usa o campo para fazer caminhadas, e os próprios desportistas. Eu desafio inclusive algum projeto, é uma sugestão para ser discutida, debatida e amadurecida”, garantiu.

Em entrevista, Marmuthe afirmou que está sofrendo ameaças no Valentina Figueiredo e conta que teve seu carro ensanguentado. “Depois desse episódio, muita gente tentou me intimidar, inclusive pessoalmente, eu estive no campo depois do protesto e muitas pessoas quiseram nos ameaçar e intimidar”, relatou.

Em contrapartida, o vereador Renato Martins afirma que teve acesso ao projeto do campo. “O projeto eu já mostrei pra imprensa, tudo feito pela Semob. É abominável, porque o primeiro passo foi fechar o terminal. Então, qual é a intenção da Semob? É fazer com que todos os moradores da grande Zona Sul, Gramame, Engenho Velho, Colinas do Sul, Gervásio Maia ,tenham que ir sempre para o Valentina, nesse suposto novo terminal, concentrando ainda mais os moradores, favorecendo ainda mais a superlotação e ao superlucro. Então, é uma aberração que não leva em conta o bem estar do usuário, e além disso, envolve o fechamento da única praça esportiva popular, já que a Vila Olímpica é paga. A gestão Cartaxo cobra para o uso do campo e nem todos os times do Valentina tem como arcar com esse custo”, criticou.

Renato rebateu as acusações de Marmuthe sobre ter queimado pneus. “Essas mentiras sempre tem efeito contrário. Teve assessor nosso que apanhou filmando a obra da lagoa, e nós estamos mais firmes e fortes. A audiência pública da semana passada, pedindo para debater as linhas de ônibus da Zona Sul, foram reprovadas por eles, porque eles servem ao prefeito, e não a cidade”, alfinetou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here