SMS realiza seminário sobre o uso de medicamento para tratamento da sífilis

0
147

A SMS (Secretaria de Saúde) de João Pessoa realizou nesta quarta-feira (21) o II Seminário Municipal Sobre o Uso da Benzilpenicilina Benzatina na Atenção Básica. O evento, organizado pela Seção de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Hepatites Virais, aconteceu durante todo o dia no auditório da Estação Cabo Branco, com palestra, debate, mesa redonda e oficina.

Direcionado para médicos, enfermeiros e farmacêuticos dos serviços de Atenção Básica e Atenção Especializada, o Seminário levantou o debate sobre o uso desse medicamento, que é utilizado no tratamento da sífilis. A discussão foi introduzida com uma explanação o sobre o panorama da sífilis na Paraíba, especialmente em João Pessoa.

A introdução do tema foi seguida por uma mesa redonda sobre a aplicação do medicamento na Rede de Atenção Básica, na qual foram discutidos pontos como a nova legislação para o uso da penicilina nos serviços de saúde e as novas recomendações do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba sobre o uso do medicamento.

Participaram da mesa redonda representantes dos Conselhos Federal e Regional de Enfermagem, Unicef e SMS. A discussão foi seguida de uma apresentação da nova estrutura dos serviços que irão aplicar a penicilina na Rede Municipal de Saúde de João Pessoa.

Para encerrar o evento, os profissionais tiveram a oportunidade de participar de uma oficina sobre Dinâmica de Grupo na prevenção de IST, HIV, Aids e Hepatites Virais, ministrada por Vencelau Pantoja, representante do Conselho Federal de Enfermagem.

Sífilis – É uma infecção sexualmente transmissível, podendo apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios (sífilis primária, secundária, latente e terciária). No primeiro e segundo estágio da infecção, a possibilidade de transmissão é maior. A doença pode ser transmitida por relação sexual sem camisinha com uma pessoa infectada ou da mãe infectada para a criança durante a gestação ou o parto. Neste caso, chama-se sífilis congênita.

Tratamento – O tratamento para a sífilis é a penicilina benzatina, mas recomenda-se procurar um profissional de saúde para diagnóstico correto e tratamento adequado, dependendo de cada estágio. Se a criança nascer com sífilis congênita, ela deve ficar internada para tratamento por 10 dias, necessitando realizar uma série de exames antes de receber alta.

Serviço – Em João Pessoa, a testagem rápida para sífilis são realizadas nas Unidades de Saúde da Família (USF) e no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), localizado no Centro de Atenção Integral à Saúde (Cais) Jaguaribe.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here