Ouça: CRM diz que, se tivesse opção, Trauminha deveria ser fechado por não ter condições de atendimento

0

O diretor de fiscalização do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM/PB), João Alberto Moraes Pessoa, durante entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (05), para tratar dos problemas do Ortotrauma de Mangabeira, foi taxativo ao analisar a situação do hospital gerido pela Prefeitura de João Pessoa.

Ouça:

“Se tivesse um outro hospital que pudesse dar suporte aos pacientes a esses pacientes, eu não tenho a menor dúvida de que o Trauminha seria fechado, porque ele não tem condições de operar minimamente como hospital. Pela quantidade de pessoas que nos cercaram durante a fiscalização, percebemos que há um número bastante elevado de pacientes. Só numa enfermaria, nenhum paciente estava esperando menos de 30 dias”, afirmou.

Mais informações em instantes

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here