Presidente do PT da PB critica vazamentos seletivos de delações da Calvário: “Lava Jato fez escola”

O presidente do PT da Paraíba, Jackson Macêdo, criticou os vazamentos de documentos e trechos em vídeo de delações no âmbito da Operação Calvário. O petista usou as redes sociais, na noite da última quarta-feira (8), para comentar sobre o assunto e voltou a classificar o caso como “espetáculo midiático”.

“Advogados dos réus da Operação Calvário já pediram acesso aos vídeos da delações do caso e até agora não foram atendidos pela Justiça. Enquanto isso, todas as noites assistimos as delações na TV Cabo Branco em um tenebroso espetáculo midiático de condenações antecipadas”, afirmou Jackson.

O dirigente partidário ainda fez uma relação com a operação Lava Jato, e os vazamentos promovidos pelo antigo juiz Sérgio Moro. “Realmente, a Lava Jato fez escola no Brasil”, finalizou.

Confira publicação