Vítima de câncer, ex-deputado federal morre aos 66 anos em SP

61

O corpo do radialista e ex-deputado federal Carlos Alberto Eugênio (PDT-SP), de 66 anos, será velado hoje (15) na Assembleia Legislativa de São Paulo. O enterro será às 16h no Cemitério Morumbi. Apolinário morreu em consequência de um câncer.

Apolinário foi deputado estadual por São Paulo, presidente da Assembleia Legislativa, governador interino de São Paulo em 1992, além de deputado federal e vereador. Ele deixa viúva, dois filhos e três netos.

Ao longo da sua carreira política, Apolinário foi aliado de políticos, como o ex-presidente Michel Temer, e os ex-governadores Orestes Quéricia e Luiz Antônio Fleury Filho, ambos de São Paulo.

Evangélico, apresentou propostas para a restrição de cigarro e bebidas alcoólicas.

Comente