Twitter lança a ferramenta Fleets, espécie de “Stories” da plataforma

O formato stories, aquele que desaparece depois de um tempo, chegou ao Twitter. Segundo a rede do passarinho, algumas pessoas se sentem inseguras para tuitar porque tweets são públicos, permanentes e exibem contagens públicas de engajamento (curtidas e retweets).

“Queremos tornar possível que você tenha conversas na plataforma de novas maneiras, com menos pressão e mais controle, além dos tweets e Mensagens Diretas (DMs). Este é o motivo pelo qual testaremos, a partir de hoje no Brasil, uma nova funcionalidade chamada Fleets, uma forma de ter conversas iniciadas com seus pensamentos passageiros”, afirma a empresa.

Segundo o Twitter, Fleets servem para compartilhar ideias e opiniões momentâneas. “Essas postagens desaparecem depois de 24 horas e não têm Retweets, curtidas ou comentários públicos. Em uma pesquisa inicial, as pessoas nos disseram que, uma vez que os Fleets somem, elas ficam mais à vontade para compartilhar pensamentos corriqueiros e cotidianos”, afirma a companhia.

Com base no teste, a empresa pretende aprender como a existência de uma nova forma de conversar muda a maneira com que o usuário interage.

Os Fleets são baseados primariamente em textos, mas o usuário pode incluir vídeos, GIFs ou fotos neles. “Se você quer responder a um Fleet, clique nele para enviar uma Mensagem Direta (DM) ou emoji, e dê continuidade a essa conversa em suas DMs. Seus seguidores poderão ver os seus Fleets no topo da Página Inicial deles, e qualquer pessoa que pode acessar o seu perfil completo também poderá encontrar os seus Fleets lá. Se as suas DMs são abertas, qualquer pessoa pode reagir aos seus Fleets”, ensina a companhia.

A novidade será disponibilizada no decorrer desta semana no Brasil somente no aplicativo, seja iOS ou Android. A plataforma encoraja os usuários a darem o feedback através da hashtag #FleetsFeedback. “Dependendo de como for o teste, devemos levar os Fleets para outros países”, diz o Twitter.

Comente