Terceiro suspeito de ataque em Suzano deve se apresentar ainda nesta manhã

Um adolescente, de 17 anos, suspeito de ser o terceiro envolvido no ataque à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, deve se apresentar nesta sexta-feira (15) à Justiça.

A Polícia Civil pediu a apreensão do adolescente e a juíza da Infância e da Juventude determinou que o menor se apresente até às 11h desta sexta no Fórum de Suzano. A identidade do menor não foi divulgada.

O adolescente teria acompanhou pelo menos três vezes os atiradores de Suzano Guilherme Taucci e Luiz Henrique Castro ao estacionamento onde eles deixavam o carro usado no crime. Por pelo menos dez dias , os garotos deixaram o veículo parado no local, onde iam de duas a três vezes por dia e ficavam lá até tarde, dentro do veículo. Chegaram algumas vezes com mochilas e sacolas.

Sob a alegação de que a divulgação de informações sobre o suspeito pode atrapalhar as investigações, a polícia não deu detalhes do que teria sido a participação dele no caso. Fontes explicou apenas que a atuação dele teria sido no planejamento da ação. Ele não esteve na cena do crime nesta quarta-feira.

O menor tem 17 anos, foi aluno da Raul Brasil e colega de classe de Guilherme Taucci Monteiro, um dos atiradores ao lado de Luiz Henrique de Castro. Ele já foi ouvido pela polícia.

O delegado-geral apontou Guilherme como o líder do grupo que premeditou o atentado. Ele disse que a polícia tem, por enquanto, indícios de que o massacre vinha sendo arquitetado desde novembro passado.

Extra

Comente