- Publicidade -
Cotidiano

Cruz Vermelha teria sido ineficiente com equipamentos do Trauma e causado dano de R$ 507 mil ao Estado

A Cruz Vermelha do Brasil teria sido ineficiente na gestão dos equipamentos do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. O que teria ocasionado um dano ao erário estimado em R$ 507,8 mil. A empresa gerenciou a unidade hospitalar em 2013, e teve as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado.

- Continua depois da publicidade -

Devido a este caso, o MPC recomendou a instauração de processo administração para a apuração das responsabilidades.

Este relatório foi encaminhado para o relator do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Nominando Diniz e embasou o voto dele no tocante a prestação de contas da OS no exercício de 2013.

O TCE impôs uma multa no valor de R$ 8,9 milhões a Cruz Vermelha, que deve ser ressarcida pelo diretor presidente da entidade, Ricardo Elias Restum, no prazo de 60 dias.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar