Publicidade
Esportes

Técnico do Treze reclama de veto para treinos no Estádio Amigão

Com o estádio Presidente Vargas ainda passando por reformas no gramado, o Treze tem encontrado dificuldade para treinar, além de ter que se adequar aos reagendamentos da tabela, uma vez que está mandando os jogos no Amigão.

- Continua depois da publicidade -

Neste final de semana, por exemplo, a terceira rodada programa Serrano x CSP para o Amigão, no domingo, às 16h, mesmo horário do jogo do  Galo ante o Internacional-PB, que aconteceria no PV.

A solução encontrada pela FPF foi antecipar a peleja do Alvinegro para o sábado, e remarcar para o Amigão.

Todos esses detalhe têm incomodado o técnico trezeano Leocir Dall’Astra. É que o Galo, diferente dos rivais Serrano e Campinense, não conseguiu ainda realizar treino no Colosso da Borborema.

– O problema é que nós estamos jogando em um estádio onde nós nunca treinamos e isso é uma dificuldade muito grande. Já temos um grupo que é muito novo, precisa acertar muitas coisas e você nem consegue fazer um coletivo apronto no estádio. É uma perda muito grande e mais difícil ainda porque o Serrano consegue treinar lá, o Campinense também consegue e só o Treze está tendo essa dificuldade – reclamou o comandante galista.

De acordo com o gerente do Amigão, Ascânio Paceli, a liberação do Amigão para treinamento das equipes deixou de ser uma prerrogativa sua. Agora, caso queiram utilizar o gramado do estádio para alguma atividade pré-jogo, os clubes devem enviar, com o máximo de antecedência, ofício endereçado ao secretário Bruno Roberto, titular da Sejel-PB.

O Treze recebe o Inter-PB no Amigão, neste sábado (14), às 16h. As informações são do Voz da Torcida.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar