“Será péssima notícia para o Brasil”, diz Efraim Filho sobre demissão de Mandetta

O deputado federal paraibano Efraim Filho (DEM), líder do Democratas na Câmara dos Deputados, afirmou que a demissão do ministro Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde será uma péssima notícia para o Brasil. Em publicação no seu perfil no Twitter, nesta quarta-feira (15), o parlamentar comentou sobre a possível saída do ministro.

+ Mandetta avisa equipe que será demitido e que Bolsonaro procura substituto

Inicialmente, Efraim destacou que o foco é no trabalho e o que menos preocupa Mandetta é sua exoneração sendo publicada. “Já não será surpresa. Mesmo com os sinais da demissão esteve pela manhã em duas reuniões operacionais. Está na trincheira, no Ministério. Para ele, cada minuto conta e será dedicado ao Ministério da Saúde e ao Brasil”, acrescentou.

Em seguida, afirmou categoricamente que será uma grande perca para o país a saída de Mandetta neste momento de crise do coronavírus. “Caso confirmado o afastamento do Mandetta, será uma péssima notícia para o Brasil. Com suas orientações técnicas, baseadas na ciência , conquistou a confiança e o respeito da família brasileira”, disse o parlamentar democrata.

Mandetta avisou sua equipe na noite desta terça-feira (14) que Bolsonaro já procura um nome para o seu lugar. O ministro conversou com integrantes da pasta em clima de despedida. De acordo com relatos, Mandetta avisou que combinou de esperar a escolha do substituto.

Mais cedo, nesta quarta-feira (15), o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério, Wanderson de Oliveira pediu demissão.

Comente