- Publicidade -
Política

Ricardo destaca importância da transposição e diz que Bolsonaro trata obra com “profundo desprezo”

"A transposição se acaba por irresponsabilidade do governo", afirma o ex-governador

Em entrevista ao UOL, divulgada nesta sexta-feira (16), o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) também comentou sobre as obras da transposição do Rio São Francisco. Para o presidente da Fundação João Mangabeira, é necessário que o Nordeste se una e lute para evitar retrocessos ainda maiores. Ele organiza um ato, em Monteiro (PB), no dia 1º de setembro, em defesa da obra da transposição do rio São Francisco.

- Continua depois da publicidade -

“Esse ato é uma convocação de partidos, lideranças, movimentos sociais. Estamos falando da mais importante obra do Nordeste setentrional, que liberta o semiárido do coronelismo. A transposição terá um impacto nas condições de vida do semiárido. A transposição se acaba por irresponsabilidade do governo e ainda coloca culpa nos outros, sendo que é dele, que não opera o sistema”, afirma.

O ex-governador esteve nas duas “inaugurações” do eixo leste, em março de 2017: a oficial, com então presidente Michel Temer; e a “popular”, dias depois, com os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

“Quem conhece a região, como eu conheço, sabe muito bem que, nos poucos meses em que a água passou pelo rio Paraíba, houve avanços. Pelo menos 1,15 milhão de pessoas estavam consumindo as águas que vêm do São Francisco. Então, o protesto é por esse profundo desprezo com que o governo vem tratando essa obra estratégica para o desenvolvimento regional. Causa revolta.”

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar