Publicidade
Política

Ricardo classifica pré-candidatura de Manoel Jr. ao Governo do Estado como “fogo de palha”; ouça

O governador Ricardo Coutinho (PSB) comentou, nesta quarta-feira (14), a informação de que o vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (MDB), colocou seu nome à disposição de setores da oposição para concorrer ao Governo do Estado nas eleições deste.

- Continua depois da publicidade -

Abordado pela imprensa durante o lançamento do programa Gira Mundo Israel, no Palácio da Redenção, Ricardo classificou a pretensão de Manoel Júnior como “fogo de palha”.

“Eu não costumo opinar sobre supostas decisões de outras pessoas. Agora eu não posso deixar de dizer que isso é um fogo de palha, isso tem mais coisa por baixo desse de fogo monturo. Manoel Júnior lá é candidato nada, pelo amor de Deus, arranje outro, esse não”, comentou o governador.

O nome de Manoel Júnior começou a ser cogitado para concorrer ao governo depois que o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), desistiu de participar da disputa.

Ontem (13) à noite, através de sua assessoria, o vice-prefeito da Capital divulgou uma nota confirmando que colocou seu nome à disposição da oposição para a sucessão de Ricardo Coutinho.

“Estamos dialogando, mas já recebi várias manifestações de apoio de partidos da oposição em torno do lançamento do meu nome para disputar o Governo Estado, missão esta que aceito com muito entusiasmo”, diz trecho da nota.

Entrave

Caso decida disputar o Governo da Paraíba, Manoel Júnior deverá trocar de partido, já que o MDB, legenda a qual é filiado, já definiu lançar o senador José Maranhão na corrida pelo Palácio da Redenção.

 

 

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar