O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB), durante assinatura de termo de cooperação com o Governo de Pernambuco para construção de adutora que deverá levar água do Rio Paraíba para Barra de São Miguel-PB e Santa Cruz do Capibaribe-PE, rechaçou os críticos da ação.

“Aqueles que se acham donos do povo, das cidades, da política tentam contaminar a mente sadia da população dizendo que não se pode tirar água de um canto, mas pode tirar de outro. Isso é uma bobagem enorme porque é a mesma água. A que passa em Pernambuco é a mesma que passa na Paraíba”, declarou.

Ricardo comparou o início de celeuma com o imbróglio que envolveu o fim do racionamento em Campina Grande e disse que se trata de paranoia dos que querem governar sem votos.

“Tem uma certa paranoia, parece que todo mundo quer dar palpite, governar sem ter votos. A política é a prioridade do povo e é preciso respeitar. A política não pode ser a Geni, que todo mundo diz que não presta, pois é a política que define quem pode fazer coisas como essas melhorias vistas aqui”, observou.

De acordo com o secretário da Infraestrutura, Recursos Hídricos Ciência e Tecnologia do Estado, João Azevêdo, não há prejuízo à Paraíba porque a cota de água que irá para o município de Pernambuco é a mesma que iria pelo Eixo Leste no Estado vizinho, porém, será repassada pela Paraíba por questões econômicas.

Camara Municipal