- Publicidade -
Política

Promotora pede perda de direitos políticos de Zenóbio Toscano por irregularidades em licitações

Ação está fundamentada nas investigações conduzidas dentro do inquérito civil público instaurado para apurar a regularidade das contratações

A promotora de Justiça Andréa Pequeno ajuizou uma ação de improbidade administrativa contra o prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB), cinco empresas e uma prestadora de serviço. Na ação, ela pede o bloqueio de bens dos envolvidos após constatação de possíveis irregularidades envolvendo procedimentos de inexigibilidade de licitação sem amparo legal, causando prejuízo ao Erário de R$ 207 mil. Além disso, sugere a perda dos direitos políticos, a proibição de contratar com o poder público e outras sanções.

- Continua depois da publicidade -

As contratações irregulares seriam com atrações artísticas para festas – como o São João -, na compra de combustível e na elaboração do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) de grupos ocupacionais e assessoria técnica do município.

A ação está fundamentada nas investigações conduzidas dentro do inquérito civil público instaurado para apurar a regularidade das contratações derivadas de procedimentos de inexigibilidade de licitação, ocorridas no exercício de 2013, sob a responsabilidade do prefeito Zenóbio.

São alvos da ação cinco empresas, sendo quatro produtoras de eventos e um posto de combustível.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar