Prefeitura de CG teria empregado sócio-administrador de empresa contratada sem licitação

A Secretaria de Saúde de Campina Grande, sob atual gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSD), está sendo investigada por contratar, com dispensa indevida de licitação, e empresa OESP Obras Especiais LTDA.

Em 2018, ano em que a licitação está sendo investigada, a Prefeitura de Campina Grande pagou três empenhos que totalizaram R$ 101.604,18 à empresa que realizou reformas em unidades de saúde do município.

Além da suspeita de irregularidade na contratação da empresa, o Ministério Público da Paraíba (MPPB), através do promotor Pedro Alves da Nóbrega, irá apurar a contratação temporária do sócio-administrador da OESP.

Confira o despacho de instauração do inquérito:

Comente