Polícia diz que arma usada por Alec Baldwin pode ter disparado projétil de chumbo

Autoridades americanas participaram de entrevista coletiva, nesta quarta-feira (27), para falar sobre o disparo de arma de fogo que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set de “Rust”.

O xerife do condado de Santa Fé, Adan Mendoza, afirmou que as autoridades recuperaram um projétil de chumbo que pode ter sido disparado da arma usada pelo ator Alec Baldwin na semana passada, segundo segundo a agência de notícias Reuters.

A polícia não afirmou com certeza que o projétil veio de uma arma – um revólver Colt longo – usada por Baldwin, porque ainda está fazendo testes.

A bala estava no ombro do diretor Joel Souza, que também ficou ferido no incidente, mas logo foi liberado do hospital.

Segundo a descrição de Souza, a equipe estava ensaiando a cena que gravaria dentro de uma igreja. Baldwin estava sentado em um banco, e a diretora de fotografia estava posicionada com a câmera em frente a ele. Souza olhava o monitor sobre o ombro de Halyna, quando disparo aconteceu.

As gravações do novo filme de Alec Baldwin aconteciam no estado do Novo México.

Mendoza também afirmou que dois membros da equipe, o diretor assistente e a armeira do filme, manusearam a arma antes que o ator disparasse o tiro fatal.

“Todos os três indivíduos cooperaram na investigação e prestaram depoimentos”, afirmou.

A polícia analisa cerca de 600 itens da produção, entre eles três armas, cerca de 500 balas, roupas e outros itens da equipe. O material será enviado para o laboratório de análise do FBI.

A promotora do condado de Santa Fé, Mary Carmack-Altwies, foi questionada sobre quem será acusado pela morte de Halyna, mas se esquivou da pergunta ao responder que as investigações ainda estão em curso.

Carmack-Altwies também disse que os investigadores ainda não podem dizer se foi negligência ou de quem neste momento.

Arma era ‘legítima’

A promotora do condado de Santa Fé, Mary Carmack-Altwies, afirmou, em entrevista ao “New York Times”, nesta terça-feira (26), que a arma que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins era “legítima”.

O incidente no set do filme “Rust” aconteceu na última quinta-feira (21), após o ator e produtor Alec Baldwin disparar com a arma que foi liberada pelo diretor assistente Dave Halls.

Segundo o jornal americano, a promotora afirmou que, embora todos tenham descrito que a arma era cinematográfica, a nomenclatura era “enganosa”.

“Era uma arma legítima”, disse a promotora, sem deixar claro qual o tipo de arma de fogo. Ela ainda descreveu como uma arma de época, antiga.

Mary Carmack-Altwies confirmou que a investigação está em andamento e que os detetives estão concentrados em descobrir o tipo de munição que foi usada.

Ela também afirmou que achance de acusar criminalmente a produção ainda não foi descartada.

“Não descartamos nada. Tudo neste momento, incluindo acusações criminais, está sobre a mesa”, afirmou Carmack-Altwies ao jornal americano.

Tiro ao alvo antes de incidente

Imagem aérea do canal KOAT 7 News mostra agentes policiais no local das gravações de'Rust', onde uma mulher morreu e um homem foi ferido por disparos — Foto: KOAT 7 News vía AP

Imagem aérea do canal KOAT 7 News mostra agentes policiais no local das gravações de ‘Rust’, onde uma mulher morreu e um homem foi ferido por disparos — Foto: KOAT 7 News vía AP

A arma disparada por Alec Baldwin no set de “Rust” tinha sido usada para práticas de tiro ao alvo pela equipe horas antes do acidente que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, segundo fontes ouvidas pelos sites TMZ e The Wrap, especializado em negócios do entretenimento.

De acordo com os relatos, membros da equipe praticavam o tiro ao alvo como um passatempo, fora do set e com armas carregadas apontando para garrafas de cerveja. Segundo a fonte do The Wrap, essa é uma prática comum durante os intervalos de filmagens.

Uma destas foi entregue para Baldwin, de acordo com os relatos. No entanto, quem entregou disse que ela estava segura. Na indústria cinematográfica, isso quer dizer que ela estaria livre de munição real.

De acordo com um documento judicial, o diretor assistente Dave Halls foi identificado como o homem que entregou a arma a Baldwin e gritou “arma fria” no momento da passagem. Halls foi demitido demitido de filme “Freedom’s path” em 2019 após uma arma ter disparado “inesperadamente” no set e ferido um membro da equipe de som.

As circunstâncias da morte e do tipo de munição disparado estão em investigação pela polícia americana.

Última imagem de Halyna

Imagem divulgada pelo eletricista Serge Svetnoy. Ele afirma que foi a última foto de Halyna Hutchins no set do filme antes de morrer — Foto: Reprodução / Instagram Serge Svetnoy

Imagem divulgada pelo eletricista Serge Svetnoy. Ele afirma que foi a última foto de Halyna Hutchins no set do filme antes de morrer — Foto: Reprodução / Instagram Serge Svetnoy

Serge Svetnoy, chefe da equipe de eletricistas do filme “Rust”, publicou uma foto em seu perfil no Facebook que mostra a equipe do filme trabalhando na igreja onde a diretora de fotografia Halyna Hutchins foi baleada por Alec Baldwin.

“Essa é a última foto com Halyna no set”, ele escreveu. A diretora de fotografia aparece com um gorro claro na cabeça e fones de ouvido, de costas. Ele não diz se a foto foi feita no mesmo dia em que ela morreu.

Serge também compartilhou um texto em que acusa os produtores do filme de “negligência e falta de profissionalismo” e lamenta a morte da amiga.

Do G1.