“Pegaram esse valor para gerar polêmica”, justifica Julian Lemos sobre ressarcimento de refrigerante

O deputado federal Julian Lemos (PSL) justificou, nesta segunda-feira (30), o ressarcimento, através da cota parlamentar, de um refrigerante no valor de R$ 3,50. O caso repercutiu no final de semana. “Pegaram esse valor de R$ 3,50 para gerar polêmica”, disse inicialmente o parlamentar, durante entrevista a Rádio Arapuan.

Para Julian, os gastos com refeições feito por ele e reembolsados com o dinheiro público é inferior ao que de fato gasta, ou seja, mostrando que usa pouco a cota para esta finalidade.

+ Julian Lemos imita Daniella e pede reembolso à Câmara de Coca-Cola de R$ 3

“Quem tem o mínimo de inteligência, e o mínimo de conhecimento, sabe o que custa em Brasília questões de refeições. Eu, nesse dia, coincidentemente nesse dia, nem almocei, nem jantei, apenas fiz um lanche, porque a sessão foi até tarde. Se você olhar no site da transparência, meu gasto com refeição não chega a R$ 600 por mês. Se soubesse que minha assessoria tinha colocado, tinha tirado essa nota de lá”, afirmou Julian.

O deputado também destacou que por meses foi um dos parlamentares paraibanos mais econômicos na Câmara Federal, e aproveitou a oportunidade para citar gastos com publicidade. “Dentro dessa cota parlamentar até jornalista tem dentro delas, no meu caso, nem isso eu pago. Existem jornalistas do estado da Paraíba, e de todo país, que estão dentro dessa cota parlamentar”, finalizou.

Comente