OUÇA: Promotor ‘derruba’ argumento da PMJP e confirma: ‘projeto estava incompleto’

0

O promotor do Meio Ambiente da Capital, José Farias, pôs por terra, nesta quarta-feira (29), toda a argumentação da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) a respeito da polêmica criada em torno do desmoronamento da barreira do Cabo Branco.

Em entrevista ao repórter Judivan Gomes, da Rádio Tabajara, o representante do Ministério Público da Paraíba foi taxativo ao afirmar que o projeto entregue pela Prefeitura à Superintendência do Meio Ambiente da Paraíba (Sudema) “estava incompleto”. Ele ainda revelou que a PMJP não dispões de recursos para tocar a obra.

Além de desmentir os argumentos da Prefeitura, a afirmação do promotor serviu também para reforçar a justificativa que vem sendo dada desde o início pela Sudema para ainda não ter emitido a licença ambiental.

“A verdade pode até demorar, mas ela sempre aparece. A fala de Dr. Farias confirma o que temos dito desde o início dessa polêmica, ou seja, que o projeto de drenagem entregue pela Prefeitura à Sudema estava incompleto”, observou o engenheiro João Vicente, superintendente da Sudema.

Saiba mais

A polêmica em torno da barreira do Cabo Branco vem ocupando o noticiário local depois que o Jornal Nacional, da TV Globo, exibiu uma reportagem na semana passada mostrando que a obra de contenção da falésia, prometida pela Prefeitura de João Pessoa em 2014, ainda não saiu do papel.

Diante da repercussão da reportagem exibida em rede nacional, a PMJP tentou responsabilizar a Sudema por não ter começado a obra, usando como justificativa o fato de o órgão estadual ainda não ter emitido a licença ambiental para o início dos serviços.

A Sudema, por sua vez, desmentiu os argumentos da Prefeitura e exibiu uma série de documentos comprovando que o projeto entregue no órgão estava incompleto. Dias depois, o engenheiro Pedro Antônio Molinas, contratado pela gestão municipal para elaborar o projeto, confirmou, em entrevista exclusiva ao Paraíba Já, que os estudos ambientais requeridos pela Sudema não haviam sido feitos.

Comente

Antares

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here