MPF investiga possíveis irregularidades de empresa que executa obras na PB

O Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB) instaurou inquérito civil para apurar possíveis irregularidades na atuação de uma construtora em licitações realizadas em diversos municípios da Paraíba, bem como na execução de obras por parte dela. A informação está publicada na edição da quarta-feira (12) do Diário Oficial do orgão.

A empresa suspeita de ilícitos é a Melo Construções Eireli – ME. A portaria que autoriza a investigação é assinada pelo Procurador da República Bruno Barros de Assunção.

De acordo com o MPF, “a instauração do presente Inquérito Civil deve-se à necessidade de se dar continuidade à investigação desenvolvida no Inquérito Policial instaurado pela DPF-Campina Grande, no bojo do qual estão sendo adotadas diligências in loco na sede da empresa e nas obras por elas executadas, a fim de apurar indícios de malversação de recursos públicos”.

Ainda conforme o MPF, o inquérito tem prazo de um ano para ser concluído. Não há informações sobre prorrogação deste período.

Comente