João comenta sobre Bolsonaro em CG e diz que Lula será bem-vindo na Paraíba

O governador da Paraíba, João Azevêdo justificou, na manhã desta segunda-feira (11), sua ausência na entrega do Complexo Habitacional Aluízio Campos, em Campina Grande, evento que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

João Azevêdo informou que não pode ir a Campina Grande devido sua agenda prévia em João Pessoa, onde assinou termo de cooperação entre o Governo do Estado, o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para criação do Escritório Social, programa voltado para pessoas oriundas do sistema prisional.

O chefe do Executivo estadual lembrou que o governo foi representado na solenidade pela vice-governadora Lígia Feliciano (PDT).

“A vice-governadora Lígia Feliciano está lá representando o governo e participando. Havia esse evento marcado há muito tempo e na agenda de várias pessoas, por isso que não estou lá. Mas Lígia está representado o Governo do Estado”, afirmou.

Ao ser questionado sobre a fala de Bolsonaro, que afirmou não polemizar com o ex-presidente Lula, que foi solto na última sexta-feira (8), João disse que o petista será bem-vindo à Paraíba.

“Lula é um ex-presidente e teve uma importância extraordinária para o desenvolvimento do Nordeste. Nós sabemos dos investimentos enquanto presidente da República e será bem-vindo à Paraíba”, destacou.

Ao falar sobre Bolsonaro, João Azevêdo analisou que a economia do país está paralisada, o que torna a transferência de recursos para a Paraíba difícil. No entanto, ele garantiu que busca fazer, em Brasília, uma relação republicana como governo federal.

Comente