Intervenção do TCE na Prefeitura de Bayeux depende de aprovação na Câmara e ALPB

O procurador-geral do Estado, Fábio Andrade, revelou ao Blog do Suetoni que a decisão do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) de solicitar ao Governo do Estado intervenção administrativa em Bayeux precisa ser referendada pela Câmara do município.

Para a solicitação chegar às mãos do governador João Azevêdo (Cidadania), os vereadores precisam aprovar a demanda da Corte.

O presidente da Câmara de Bayeux, Jefferson Kita (PSB), disse que à espera da notificação do TCE-PB para colocar o assunto em pauta na Casa Legislativa.

Se aprovada na Câmara e João decida pela intervenção, ela deve ser analisada ainda pelos deputados estaduais. Eles devem ser convocados em no máximo 24 horas para decidir se mantém o decreto de intervenção e o nome do interventor, que deverá permanecer no cargo por período determinado.

Comente