Greve Geral: protestos bloqueiam vias e garagens de ônibus, na Paraíba

Protestos estão bloqueando algumas ruas na cidade de João Pessoa, desde o início da manhã desta sexta-feira (14). Os manifestantes protestam contra a reforma da Previdência e outras ações do governo federal.

A saída do bairro dos Bancários, com sentido para o Centro de João Pessoa está fechada desde 4h. Manifestantes queimaram pneus e bloquearam a via. Os motoristas foram orientados pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Militar a seguir pela contra-mão e continuar o trajeto. O bloqueio foi desfeito por volta das 9h10.

No bairro de Oitizeiro, manifestantes também se concentram nesta sexta-feira com bloqueio no sentido para o Centro da capital. Pneus foram queimados e grupo se reuniu com faixas de protesto. Na BR-101, o trânsito ficou lento e difícil de transitar nas primeiras horas desta sexta-feira. Quem seguia para Cruz das Armas precisou pegar a BR-230 e entrar no bairro Jardim Veneza. O bloqueio foi desfeito por volta das 9h50.

Na Avenida Liberdade, em Bayeux, na Grande João Pessoa, manifestantes bloquearam os dois sentidos da via. O local é a principal ligação entre Bayeux e a capital. Como desvio, alguns motoristas estão usando a ponte Sanhauá, já que a ponte do Baralho está bloqueada. No acesso da parte de baixo, por uma pequena ladeira, um carro foi colocado para impedir a passagem também nesse desvio.

A saída do bairro do Varadouro, com direção para o Acesso Oeste e Terminal de Integração de João Pessoa, também foi bloqueado pelo pelos manifestantes por volta das 8h40, que queimaram pneus e fecharam a via.

Campina Grande

Em Campina Grande, funcionários de uma empresa de telemarketing foram impedidos de entrar. Manifestantes bloquearam a entrada do local, no início da manhã desta sexta-feira, no bairro do Cruzeiro. Um policial militar foi flagrado dando um tapa na cara de um dos homens que participava do protesto.

O comando do 2º Batalhão da Polícia Militar informou que está analisando o caso. Em nota, a PM informou que um dos manifestantes estava mais exaltado e entrou em discussão com um dos policiais.”O policial que aparece nas imagens em discussão com o manifestante foi chamado para apresentar detalhes do fato. As imagens serão analisadas, bem como outras que chegarem, e o caso será objeto de uma apuração mais detalhada por parte da corporação”, disse a nota. As informações são do G1 PB.

Comente