Facebook está preocupado com CPI para investigar caso de Moro e Dallagnol

Lobistas do Facebook, dono do WhatsApp, no Congresso estão preocupados com a possibilidade de ganhar vida uma CPI para investigar Sérgio Moro e Deltan Dallagnol.

O motivo: a empresa sabe que a investigação avançaria rumo ao Telegram e, muito provavelmente, ao WhatsApp, que pertence ao Facebook.

+ TV Globo usa Zorra Total para ironizar ‘peripécias’ de Moro e Dallagnol; assista

As informações foram publicadas neste domingo (16) na coluna Lauro Jardim, em ‘O Globo’.

Comente