Escolas de Patos teriam formado cartel para monopolizar venda de fardamento e material escolar

Quatro escolas particulares de Patos foram denunciadas pelo Procon da cidade por supostamente terem formado um cartel para monopolizar a venda de fardamento e material escolar na rede privada de ensino do município sertanejo.

Os colégios Milenium, Fera, Cristo Rei e Ágape serão investigados por inquérito aberto pelo Promotoria de Justiça Cumulativa de Patos por prática abusiva.

De acordo com o despacho de abertura do inquérito, assinado pelo promotor Uirassu de Melo Medeiros, as escolas podem estar praticando, além do monopólio, a onerosidade excessiva na comercialização dos itens.

Confira o despacho de instauração: