O Flamengo é o campeão da edição de 2018 da Copa São Paulo de futebol júnior. Nesta quinta-feira (25), em final disputada no Pacaembu, o time carioca venceu o São Paulo por 1 a 0, com gol marcado pelo centroavante Wendel, e igualou o Internacional como terceiro maior vencedor da história da competição.

A decisão, disputada no Pacaembu no aniversário da cidade de São Paulo, respeitando as tradições, teve maioria de tricolores nas arquibancadas. O clube paulista pressionou, mas o Flamengo contou com gol aos dois minutos do primeiro tempo e com grande atuação do goleiro Yago Darub para triunfar.

O título foi o quarto do Flamengo na Copa São Paulo. O clube carioca igualou o Internacional, e agora só está atrás do Fluminense, que tem cinco, e do Corinthians, que tem dez. O São Paulo segue com três, ao lado de Santos e Atlético-MG.

Mas já!?

A primeira oportunidade de gol do jogo terminou com bola na rede. Logo aos dois minutos, Pepê cobrou escanteio na cabeça do centroavante Wendel, que cabeceou no canto direito de Júnior, sem dar chances para o goleiro do São Paulo. Foi o primeiro gol do jogador, que chegou a ser convocado por Paulo César Carpegiani para partidas do time profissional, nesta Copa São Paulo.

Muita gente nem sequer viu o gol de Pepê, já que até metade do primeiro tempo ainda existiam muitas filas para troca de ingresso do lado de fora do Pacaembu.

Susto

Aos 19 minutos do primeiro tempo, Dantas, zagueiro do Flamengo, se chocou com Toró, atacante do São Paulo, e foi ao chão, pedindo atendimento prontamente. O defensor levou a pior na disputa de bola, e seu nariz sangrou muito. Após atendimento médico, o beque voltou ao jogo sem maiores problemas.

Briga na arquibancada

Na reta final do primeiro tempo, torcedores do São Paulo protagonizaram confusão nas cadeiras, em frente à área de imprensa do Pacaembu. Um homem que estava de pé trocou socos com outros que pediam para ele se sentar. A polícia interveio e removeu os três brigões, que deixaram o estádio sob vaias para esclarecimentos. O promotor Paulo Castilho foi o responsável por identificar os protagonistas do incidente.

De reserva a herói

Yago Draub começou a Copa São Paulo no banco do Flamengo. No entanto, Gabriel Batista foi convocado para iniciar o Campeonato Carioca com o elenco profissional, abrindo espaço para seu reserva. Nesta quinta-feira, Yago aproveitou a oportunidade que teve e segurou o ataque do São Paulo com grandes defesas, se tornando destaque do título.

Audiência qualificada

Os finalistas da Copa São Paulo tiveram espectadores especiais na final desta quinta-feira. Trata-se de Edu Gaspar, coordenador técnico de seleções da Confederação Brasileira de Futebol, Carlos Amadeu, técnico da seleção sub-20, e Guilherme Dalla Déa, técnico da seleção sub-17, além de três observadores da CBF. No total, 59 partidas da Copinha foram analisadas pela equipe da CBF.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here