Publicidade
Política

Dirigente do PSL paraibano pede que Bolsonaro feche o Congresso Nacional

Rui Galdino ainda critica “malaquias” que se elegeram em cima do prestígio do presidente

Dirigente do PSL paraibano pede que Bolsonaro feche o Congresso Nacional
Rui Galdino com o presidente Jair Bolsonaro

Ex-vice-presidente do PSL na Paraíba, o advogado e jornalista Rui Galdino defendeu que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), feche o Congresso Nacional, caso queira continuar governando o Brasil.

- Continua depois da publicidade -

Em artigo publicado nesta quinta-feira (16), o dirigente pesselista ainda criticou os políticos que se aproveitaram da força eleitoral de Bolsonaro durante a campanha de 2018 e que agora estão abandonando o presidente.

“Muitos ‘malaquias’, colados e grudados no prestígio de Jair Bolsonaro, também foram eleitos para o parlamento em todo o Brasil. Hoje, infelizmente, o nosso presidente está tendo sérias dificuldades para governar este Brasil”, diz trecho do artigo.

Leia abaixo na íntegra o texto de Rui Galdino, que é considerado pela imprensa um dos principais defensores do presidente na Paraíba.

Ou Bolsonaro fecha o Congresso ou o Congresso derruba Bolsonaro! Será?

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Toda Paraíba sabe que defendo as ideias e as bandeiras do então deputado federal Jair Bolsonaro, desde o ano de 2012 em nosso Estado. Poucos sabem, mas em 2014, Bolsonaro tentou sair candidato à presidente da República, porém, não conseguiu legenda e apoio do seu partido, na época o Partido Progressista – PP. Na verdade, os políticos e partidos tradicionais, nunca quiseram abrir espaços para Jair Bolsonaro, pois, além de ser considerado do baixo clero no Congresso, sempre foi um parlamentar diferente, ou seja, honesto, patriota, de posições firmes e polêmico.

Vieram às eleições presidenciais de 2018 e o então capitão/deputado Jair Bolsonaro, acreditando ser ele uma ‘missão divina’ para o Brasil, a princípio, começou a andar sozinho pelo país a fora, com dinheiro limitado e em aeronaves comerciais. Aos poucos, com um discurso duro e contra o sistema político atual, seu nome foi ganhando corpo e seguidores. Ocorre, que de sozinho, o capitão, sem ter muitas opções de assessores na época, começou a andar em companhia de outras pessoas, algumas bem intencionadas e outros, verdadeiros “malaquias”, querendo se aproveitar de sua boa vontade e popularidade, que crescia rapidamente e de maneira surpreendente.

O fato é que Jair Bolsonaro venceu todos os obstáculos que se possa imaginar durante a campanha eleitoral, inclusive, escapando da morte, naquele atentado a faca. E finalmente, no 2º turno, venceu a eleição e hoje é o nosso presidente da República. Muitos “malaquias”, colados e grudados no prestígio de Jair Bolsonaro, também foram eleitos para o parlamento em todo o Brasil. Hoje, infelizmente, o nosso presidente está tendo sérias dificuldades para governar este Brasil, pois, a maioria do Parlamento Federal, formado por políticos profissionais velhos e novos, inclusive, alguns que foram eleitos na sombra e prestígio de Bolsonaro, estão fazendo corpo mole e boicotando todas as ações e projetos do presidente, com a finalidade de desgastar o governo o máximo que puder. É o velho e sujo jogo político!

E agora? O que fazer? Será que o nosso presidente vai conseguir governar o Brasil, de maneira decente, conforme prometeu na campanha eleitoral ao povo brasileiro? Creio que não, pois, o Congresso não vai deixar. Confesso que estou preocupado. Sem querer pregar o caos e observando o andar da carruagem, principalmente, nos bastidores dos estados e porões de Brasília, sou muito sincero em dizer que acho difícil o nosso presidente governar se não fechar o Congresso!!!! Isso mesmo. Não sou golpista e quem me conhece sabe, que sou um conciliador por natureza e um democrata liberal, porém, na vida tudo tem limites e na politicagem brasileira, já passamos de todos os limites! Respeito às opiniões em contrário, mas também não sou ‘ambacil’ (o imbecil duas vezes), para não entender a situação do Brasil atual.

Está ficando bastante claro que, se Bolsonaro não negociar conforme a maioria dos políticos profissionais desejam, no famoso toma lá da cá, etc…, o presidente, não vai conseguir governar! Essa é a realidade que até os cegos estão vendo. Então, ou Bolsonaro abre e cede para a fome e caprichos da maioria dos congressistas, com empregos, emendas, cargos, dinheiro, mordomias, privilégios, etc, ou o Congresso não vai deixar o presidente governar conforme deseja e foi eleito para tal finalidade. É isso. Quem quiser que se engane. Infelizmente, o nosso presidente terá que tomar decisões duríssimas e sem medo ou não vai conseguir governar.

A tática silenciosa e ordeira da maioria dos congressistas é dificultar e procrastinar o máximo possível o andamento das reformas e demais ações do governo, complicando e atrapalhando o meio de campo para que o presidente e seu governo se desgaste perante a opinião pública brasileira o mais rápido possível. Sem contar com a imprensa marrom, que perdeu privilégios e dinheiro e que bate no governo todo dia e o dia todo. Na verdade, é uma “guerra” entre as velhas práticas e as novas práticas.

E aqui não importa esta questão de ser de direita, centro, esquerda, etc… Estou falando do futuro de nosso país, que precisa mudar para melhorar e avançar cada vez mais. Porém, tem gente forte e poderosa que não quer deixar que o Brasil mude, pois, são fortes e poderosos, pois, sempre viveram e se alimentaram às custas da desgraça do povo. É isso! Cuidado, presidente! Cuidado, inclusive, com a possibilidade de novos atentados contra a sua própria vida, pois, a turma do mal e do atraso não está pra brincadeira. Comparo o seu governo com a luta do bem contra o mal, por isso, tenha muito cuidado, principalmente, com algumas “figurinhas” carimbadas e aproveitadoras que lhe cercam e fazem “juras de amor”! Muitos criticam seus filhos, principalmente o Carlos, mas saiba que filho é filho e matam e morrem pelo pai, se necessário for.

Aliás, presidente, o Carlos já deveria ser o ministro das Comunicações do seu governo, por que não? Então, minha gente, não tem muita conversa e o que mais esperar… De duas uma, na situação em que se encontra o Brasil atual, ou Bolsonaro fecha o Congresso ou o Congresso vai derrubar o nosso presidente! Eis a questão! Essa é a realidade nua e crua. É fácil entender, ou seja, congressistas tradicionais e profissionais têm muita força, dado por eles mesmos em governos anteriores e não querem perder seus privilégios, mordomias, espaços, etc, etc, etc.

Por outro lado, Jair Bolsonaro foi eleito em cima de uma bandeira e discurso pregando a moralidade, anticorrupção, combate à violência, etc, e um tempo melhor para o povo brasileiro, ou seja, foi eleito para quebrar o sistema político atual, que sempre viveu à custa do dinheiro público e de benefícios, imunidades e privilégios de toda ordem. Então, como fazer e governar bem e conforme o que prometeu ao povo, se tudo passa pelo Congresso e o Congresso não que votar e perder seus privilégios? E agora? Ou o nosso presidente retroage em seu discurso e ações, e aí entrará na vala comum da política brasileira, ou terá que tomar decisões fortes e urgentes!!!!

A situação não é fácil, porém, também não é impossível de se resolver!!!! É uma questão de coragem, decisão e posições firmes. Porém, o povo tem que estar ao lado do presidente! O país não pode parar e o governo terá que agir urgentemente! Não pode mais demorar… A não ser que o Congresso resolva colaborar com o presidente e seu governo. Não sei! Acho muito difícil, pois, estamos vivendo uma época de muita turbulência política e ninguém quer perder o “pirulito”, nem a “carninha do osso”, nem o “filé mignon”!!! É isso!

Chega! É hora do nosso presidente tomar decisões firmes e rápidas, pois, as negociações com o Congresso não estão evoluindo e o Brasil não pode parar. Se a missão do nosso presidente for mesmo divina, e eu acredito que seja, Deus e o povo estarãoao seu lado. Então, é hora de chamar o feito à ordem e agir, caso contrário, o governo entrará em parafuso, perderá a confiança do povo e poderá cair sim! E isso é tudo que a maioria dos políticos profissionais deseja.

Então, caro presidente, ou Vossa Excelência fecha o Congresso (que no momento não fará nenhuma falta para o Brasil e trará enorme economia para o país) ou eles vão lhe derrubar!!! O senhor foi congressista durante muito tempo e sabe muito bem como funciona àquelas duas casas! Da maneira que está nenhum presidente consegue governar sem o apoio do Congresso. E para ter o apoio do Congresso, tem que fazer a vontade dos congressistas e ponto final. Então, quem quiser que se engane, pois, a corda está esticada, um verdadeiro cabo de guerra. E quem tiver mais força, vencerá, ou seja, um derrubará o outro.

No entanto, espero que os nossos congressistas tenham um pouco de juízo, bom senso, amor ao povo brasileiro e a sua pátria natal, e, com isso, procurem ajudar o presidente Bolsonaro e o nosso país, votando e aprovando o mais rápido possível as reformas da Previdência, Lei Anticrimes, reforma política (com a unificação das eleições para 2022, mandato de 5 anos para todos e sem direito à reeleição ), reforma tributária, etc. Caso contrário, o desmantelo poderá ser grande. Discernimento e juízo a todos! Lembrem-se que o Brasil tem que mudar de verdade para poder continuar avançando. E Bolsonaro, foi eleito para esta missão. Que Jair Bolsonaro, o nosso presidente, cumpra a sua missão divina e a vontade do povo brasileiro.

Viva um novo Brasil!

Rui Galdino – advogado e jornalista

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar