- Publicidade -
Brasil

Críticas de Guedes e não pagamentos de emendas potencializam crise governo/legislativo

As críticas do ministro da Economia Paulo Guedes à Câmara Federal e o atraso no pagamento de emendas têm deixado os deputados completamente insatisfeitos. Eles se queixam de que o Palácio do Planalto não cumpre acordos. Líderes de vários partidos – do Centrão e da oposição – confirmaram que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, prometeu liberar neste ano R$ 20 milhões em emendas, para cada parlamentar, e outros R$ 20 milhões em 2020, antes das eleições municipais.

- Continua depois da publicidade -

“As emendas não estão sendo pagas faz tempo e há uma justa reivindicação de todos neste sentido”, resumiu o líder do PL, deputado paraibano Wellington Roberto. “Não é um toma lá, dá cá, mas esperamos que o governo cumpra o que a lei manda.”

Entenda

A primeira leva seria paga em duas parcelas: R$ 10 milhões após o voto favorável à reforma da Previdência na Comissão Especial e outros R$ 10 milhões depois da aprovação da proposta no plenário. A Casa Civil nega o acordo.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar