Com gramado do Marizão castigado, Sousa vence e tira invencibilidade do Treze

Além do piso da praça esportiva, outra situação preocupante na partida foi a saída do atacante Rodrigo Poty, do Sousa, após trombada com Breno Calixto. O jogador sousense precisou ser atendido pelos médicos, recebeu oxigênio para conseguir respirar, teve convulsão e foi levado para um hospital em Patos para saber da gravidade de sua situação.

Com a bola rolando, o gol do jogo saiu aos 37 do primeiro tempo. Téssio ficou com a bola na esquerda após bate-rebate e cruzou para o meio, onde Romeu apareceu sozinho para escorar de pé esquerdo e fazer a festa da torcida nas arquibancadas.

No segundo tempo Celso Teixeira colocou o Galo para frente, colocando os atacantes Frontini e Júnior Fialho nas vagas de Mirandinha e Almir. Porém, pilhado, o alvinegro teve mais um membro da comissão técnica expulso, o preparador-físico Victor Hugo. Oportunidades de gol, entretanto, não apareceram.

O Sousa chega aos 6 pontos e, com um jogo a mais, divide a liderança do Grupo B com o Campinense. O próximo compromisso do Dinossauro do Sertão será no dia 12, contra o Botafogo-PB, em João Pessoa.

O Treze segue na terceira colocação do Grupo A, com 6 pontos, um a menos que o líder Atlético de Cajazeiras, e pode ficar três atrás do Botafogo-PB, que ainda não jogou na rodada. No dia 10, o Galo recebe o Nacional de Patos, muito provavelmente na reabertura do estádio Presidente Vargas. Com informações do Voz da Torcida.

Comente