CMJP revoga, em votação no plenário, dedicação exclusiva de conselheiros tutelares

A dedicação exclusiva nas atividades dos conselheiros tutelares da Capital foi revogada durante votação da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na manhã desta quarta-feira (31). Além desse Projeto de Lei Ordinária (PLO) aprovado, foram apreciadas mais dez matérias legislativas em votação.

O PLO 879/2018, de autoria do vereador Eduardo Carneiro (PRTB), revoga o inciso que restringe as atividades da categoria para a dedicação exclusiva na Lei 11.407/2007, que institui diretrizes para a formulação da política municipal de proteção à criança e ao adolescente, dispõe sobre a estrutura dos conselhos, e os instrumentos a ela inerentes (Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente e Conselho Tutelar). Com a revogação, a categoria pode exercer outras funções paralelas desde que não comprometam os trabalhos como conselheiro.

Publicidade
ALPB

O projeto foi aprovado por maioria, com o voto contrário do vereador Marcos Henriques (PT), presidente da Comissão de Políticas Públicas e ainda relator da matéria no colegiado. Ele pediu aos parlamentares e aos conselheiros, estes que estiveram presentes nas galerias da Casa, para que a votação ocorresse após a audiência pública a fim de discutir o tema, na próxima quarta-feira (7). Porém os parlamentares decidiram apreciar o projeto na votação.

Os parlamentares parabenizaram a categoria e ressaltaram a importância do projeto. “Sou amplamente favorável aos conselheiros terem outra ocupação em turno diverso. Se nós, vereadores, temos essa permissão constitucional, sendo vereadores em todas as horas, por que não os conselheiros não terem esses direitos que nós temos. Eles também são eleitos com o voto popular”, argumentou vereador Bruno Farias (PPS).

“Estamos corrigindo um erro na nossa legislação”, destacou o autor da matéria, Eduardo Carneiro, que afirmou que esse inciso revogado só existia na capital paraibana.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]