Clássico dos Maiorais vale vaga para o Treze e ‘gostinho’ para o Campinense

Já classificada, a Raposa pode deixar o Galo de fora das semifinais do Paraibano deste ano, em caso de vitória rubro-negra as coisas complicam para o alvinegro

Com as disputas pelas duas vagas no Grupo A em aberto, o Clássico dos Maiorais de logo mais, às 20h15, no Amigão, representa muito para o Treze, que ainda briga por um lugar nas semifinais. Após mais de seis meses, a primeira fase do Campeonato Paraibano de 2020 será concluída.

O Galo da Borborema está em segundo lugar, com um ponto a menos do que o líder Atlético de Cajazeiras, e com a mesma pontuação Botafogo-PB, superando o rival da capital pelo número de vitórias, 5 contra 4. Já são 8 anos sem conquistar um título e dois sem sequer disputar as semifinais do torneio. A boa notícia é que depende apenas de si para avançar mas, caso a vitória não aconteça, precisa contar com um tropeço do Belo, que enfrenta o CSP no Almeidão.

A expectativa no lado alvinegro é pela estreia do centroavante Ermínio. Contratado junto ao Taubáte-SP, o experiente atacante chegou após a pausa provocada pela pandemia do novo coronavírus. Com uma boa média de gols na Série A2 do Paulista, o jogador veio para suprir a saída de Rafael Oliveira.

Uma dúvida para o técnico Moacir Júnior fica para a lateral direita. Titular da vaga durante o ano, Gustavo retorna após um jogo fora por suspensão, mas o recém-contratado Léo Pereira foi bem contra o Nacional de Patos e no amistoso contra a Perilima, e pode ser o titular no clássico de hoje.

Se no Presidente Vargas hoje será uma noite de muita apreensão, pelos lados da Bela Vista o cenário é de mais tranquilidade. A Raposa já está classificada para as semifinais e tem o primeiro lugar praticamente garantindo. Para perder a liderança, o Sousa, segundo colocado, teria que tirar uma diferença de dez de gols no saldo. Resta a oportunidade de ver o arquirrival mais uma vez fora dos quatro melhores do campeonato.

O rubro-negro conta com os retornos do meia Juliano, que apresentou resultado positivo para Covid-19, e do atacante Thuan, afastado da última partida por apresentar sintomas da doença. A equipe também vive a expectativa por uma estreia, a do meia e ídolo Bismarck. O campeão da Copa do Nordeste de 2013 retornou ao Renatão e já está regularizado.

Um desfalque certo é o do artilheiro do paraibano Rafael Ibiapino, que irá cumprir suspensão pele terceiro cartão amarelo recebido na última rodada. Será o primeiro jogo de Nei Júnior a frente do hexacampeão. Auxiliar de Ruy Scarpino, comandou os trabalhos iniciais com o elenco no retorno das atividades, mas saiu do clube quando a negociação com o técnico não foi concretizada. A sua volta, agora como técnico, foi um pedido do grupo de jogadores.

Do Voz da Torcida

Comente