Cida critica “falsos patriotas” que participaram de atos terroristas no DF

Deputada estadual do PT ressaltou que a escolha do povo nas Eleições Gerais de 2022 é soberana e destacou o perfil golpista dos criminosos

A deputada estadual Cida Ramos (PT) fez duras críticas aos “falsos patriotas” que protagonizaram os graves atos terroristas no ataque aos prédios dos Três Poderes da República, em Brasília, no dia 8 de janeiro.

“Não adianta dizer que ama a pátria e pisar em cima da bandeira. Não adianta dizer que ama a família e levar crianças para onde não se deve levar, para o caos, o vandalismo. Não adianta dizer que é brasileiro e não respeitar a história, os símbolos. Não respeitar aquilo que o Brasil tem de melhor, que é sua democracia”, disse a deputada durante encontro com integrantes do Movimento Nacional da Luta pela Moradia da Paraíba (MNLM-PB), em Solânea.

Cida ressaltou que a escolha do povo nas Eleições Gerais de 2022 é soberana. “A vontade do povo não tem quem quebre. O povo escolheu Lula e Lula é nosso presidente!”, bradou.

Em outro trecho de sua fala, a parlamentar destacou o perfil golpista dos criminosos. “Eles queriam derrotar os sonhos e a coisa mais poderosa que o povo tem, que é o direito de escolher livremente os seus representantes”.

Por fim, Cida comemorou a vitória da democracia e os esforços conjuntos por um país que deverá lutar contra as desigualdades. “Aos vândalos, aos terroristas, àqueles que querem destruir a nação, a gente só pode responder com uma palavra: o povo brasileiro está firme, forte e unido para garantir as políticas públicas, a distribuição de renda. Está firme e forte para que nenhum pai de família, nenhuma mãe precise ouvir um filho pedir uma comida e a gente não ter para dar. Não existe dor maior do que essa”, finalizou Cida.

Assista: