Associação Paraibana de Imprensa divulga nota sobre atritos entre políticos e jornalistas

A Associação Paraibana de Imprensa (API) divulgou, nesta quinta-feira (16), uma nota referente aos últimos acontecimentos envolvendo jornalistas e deputados. Ataques a categoria e episódios envolvendo atritos entre repórteres e políticos vêm acontecendo de maneira recorrente nas últimas semanas.

Na nota, a API ressaltou a importância da imprensa livre, bem como suscitou o bom senso, tanto dos profissionais da imprensa quanto de parlamentares e políticos no geral.

Confira nota na íntegra

A imprensa livre é um conquista de toda sociedade brasileira, que foi alcançada com muita luta, suor e, infelizmente, até sangue. A imprensa livre é um dos principais pilares de qualquer democracia.
A imprensa livre sempre cumpre um papel de suma relevância em momentos de acirramento, crise e embates, sendo indispensável para bem informar à população, revelar fatos e denunciar irregularidades, quando for o caso.

Apesar da conquista da imprensa livre no Brasil já perdurar há décadas, de tempos em tempos, os que fazem jornalismo no país, e no Estado,seja na TV, no rádio, no impresso ou na internet, viram alvos de críticas, e em alguns casos, ataques, ora coletivo envolvendo toda categoria, ora individual, envolvendo um de seus membros.

Na Paraíba, o acirramento político constante, e o histórico acompanhamento dos fatos políticos por parte da imprensa paraibana, tem levado a algumas autoridades constituídas questionarem o trabalho da imprensa, com ilações, acusações, denuncias e até agressões verbais, descabidas e acintosas. Nos últimos dias, pelo menos, três detentores de mandatos eletivos, de correntes políticas diversas, fizeram uso deste expediente de querer descredibilizar o trabalho da imprensa.

A Associação Paraibana de Imprensa, compreendendo o papel fundamental desenvolvido pela imprensa do Estado, vem a público em primeiro lugar, repudiar veementemente todo e qualquer tipo de tentativa de intimidação e agressão a profissionais filiados ou não a esta entidade; exigir das autoridades, respeito ao trabalho da imprensa, lembrando que eventuais excessos devem ser questionados na esfera judicial, mas nunca na base da tentativa de intimidar o profissional ou a categoria; pedir que o bom senso prevaleça tanto entre os profissionais de imprensa, quanto entre os detentores de mandato, uma vez que este clima de acirramento não faz bem a nenhuma das partes envolvidas, muito menos a sociedade paraibana, que tem o direito de ser bem informada sobre todos os fatos e sobre todos os ângulos da notícia.

Por fim, a API ressalta que, independente de qualquer aspecto, estará onde sempre esteve: na defesa intransigente da imprensa livre, da democracia e do direito a informação.

A Diretoria

Comente