Advogado pede ao STF a prisão imediata de Bolsonaro após pronunciamento

O advogado Rafael Duarte Moya, de Campinas (SP), entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (24) pela prisão “imediata” de Jair Bolsonaro, após pronunciamento do chefe do Executivo em rede nacional sobre a Covid-19. A petição tem como base o “crime contra a saúde pública”.

A ação cautelar contra Jair Bolsonaro foi protocolada, e deve ser encaminhada para um dos ministros da suprema corte. A informação foi inicialmente divulgada pela jornalista Sarah Brito, do portal A Cidade On.

“O Excelentíssimo Senhor Presidente da República na data de hoje, em rede nacional, incitou a população a voltar à vida normal, incentivando assim um claro desrespeito a tudo que vem sendo defendido pela unanimidade do mundo científico”, diz o advogado Duarte Moya no pedido. As informações são do Brasil 247.

Comente