Prefeito vai pagar R$ 2,5 milhões a escritório de advocacia por causa já ganha

0

O prefeito interino de Patos, Lenildo Morais (PT), vai pagar R$2,5 milhões ao escritório de advocacia João Azevedo e Brasileiro Sociedade de Advogados por meio de licitação com inexigibilidade para defender uma causa que já foi ganha no passado.

Em 2008, a Prefeitura da cidade contratou outro escritório para ingressar com a ação judicial, que já tramitou e transitou em julgado. A sentença já foi executada e o precatório já foi inscrito e o pagamento já está até agendado para ser pago no dia 12 de dezembro.

Sendo assim, o escritório João Azevedo e Brasileiro Sociedade de Advogados foi contratato apenas para receber o valor dos honorários. O contrato firmado entre a Prefeitura e o escritório é de R$ 2.603.527,89 (dois milhões seiscentos e três mil quinhentos e vinte e sete reais e oitenta e nove centavos).

O valor total ação que a Prefeitura de Patos vai receber é de R$ 13.017.639,49 (treze milhões dezessete mil seiscentos e trinta e nove reais e quarenta e nove centavos), sendo que 20% desse valor será repassados aos advogados que não atuaram no processo.

Prefeito vai pagar R$ 2,5 milhões a escritório de advocacia por causa já ganha

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: redacao@paraibaja.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here